Posts com Tag ‘Experiência de Usuário’

Para maiores informações deste evento em Porto Alegre/RS, consulte a página oficial: http://www.wud-rs.com.br/

INSCRIÇÕES ENCERRADAS

Anúncios

View more presentations from agner.

O Projeto Sync Lost utiliza uma interface super divertida onde o usuário, através do estímulo audiovisual, pode compreender o fluxo da informação. A temática escolhida para essa brincadeira didática foi a música, a qual oferece elementos informacionais relevantes para o público: o estilo musical e o ritmo. Vale a pena conferir!!!

Fonte: Dig For Design

O que é breadcrumb navigation ?

Imagine que você quer comprar uma HD e vai procurar na internet.

Você vai no buscador, procura por “seagate 250Gb” e ele te indica uma página que contém o produto.

Logo no topo, você irá encontrar alguns links em sequência, mais ou menos assim:

Informática–>Discos Rígidos e Removíveis–>Seagate  –> 250GB

e logo abaixo a descrição do produto.

Você se pergunta: Pra que isso?

Esse tipo de elemento é chamado Breadcrumb Navigation. São elementos que ajudam você a navegar melhor pelo site. No exemplo acima, se você quisesse procurar por Hd’s de outros tamanhos de armazenamento, mas da seagate, você intuitivamente clicaria no link >Seagate e acharia uma pagina falando dos vários tipos de hd’s da seagate, incluindo seus vários tamanhos de armazenamento. Logo, você deixará seu usuário mais feliz pela questão de usabilidade.

Outra coisa importante: se o usuário chegou à página do produto diretamente pelo link do buscador, e ele der clicar no botão “Voltar” do navegador, ele voltará para o buscador, o que é ruim para você, pois haverá mais chances do cliente ir para outro site procurar pelo produto. Mas se ele ver mais elementos de breadcrumb navigation, maior a chance do cliente permanecer no seu site procurando por mais coisas.

E por fim, como isso diminuirá o esforço do cliente para atingir uma página, isso qualificará melhor suas páginas. E para um questão de SEO, testes dizem que isso agiliza a indexação das páginas.

Dica de breadcrumb navigation: Colocar varios links para paginas importantes em pontos estratégicos da página, como no menu ou no rodapé.

Dica 2 de breadcrumb navigation: Esquema de paginação sugerido pelo meu amigo Rafael no seu post de acessibilidade.

Ex:

<<Previous 1 2 3 4 5 Next>>

Mas cuidado, não saia colocando link pra tudo pra nao poluir a pagina e pro crawler não achar que você é um spammer. E tome cuidado com os conteúdos duplicados gerados pelos links.

Fonte: Mestre SEO

  1. Esqueça a regra dos 3 cliques
  2. Tenha em mente o “padrão em F” para dispor seu conteúdo
  3. Não deixe o usuário esperar: melhore a velocidade do seu site
  4. Permita que seu conteúdo seja lido rapidamente
  5. Não se preocupe com a “dobra” ou scroll vertical
  6. Coloque o conteúdo mais importante a esquerda da página
  7. Áreas em branco ao redor do texto melhoram a legibilidade
  8. Pequenos detalhes na interface fazem uma grande diferença
  9. Não use um mecanismo de busca para compensar uma navegação ruim
  10. A homepage não é tão importante quanto você pensa

Veja os detalhes das pesquisas que comprovam essas dicas no artigo original da Cameron Chapman no Six Revisions

Fonte: Neurônio Digital

September 26, 2010

Como definição geral, “Design Thinking” (DT) é um processo intuitivo e criativo, centrado nas necessidades humanas. O conceito foi desenvolvido pelo Instituto d.school da Universidade Stanford, no Vale do Silício, Califórnia e a tradução mais adequada é “o pensamento através do design”, ou seja pensar de forma prática, simples e compromissada com as demandas de um projeto, levando em conta aspectos econômicos, tecnológicos e socialmente possíveis. Em geral as etapas do DT compreendem:

Etapas do Design Thinking

Porém uma das características do DT é a criatividade, então diferentemente dos modelos tradicionais de gestão, essas etapas podem acontecer em paralelo ou simultâneamente, mas com foco sempre no usuário final, levando em conta o desejo e a usabilidade desejados pelo consumidor. A IDEO indica o livro, Change by Design de Tim Brown, como referência no assunto, em seu livro o autor apresenta o “esquema” abaixo Mas a pergunta é, como o DT pode ajudar as empresas e as pessoas a serem mais organizadas e criativas? Antes de tudo, como em qualquer passo para a mudança é admitir que algo precisa ser mudado, como diria Einstein, “É insano acreditar que teremos resultados diferentes pensando, falando e agindo da mesma forma todos os dias”, sendo assim, as empresas devem estimular suas equipes a pensarem sempre de forma criativa, avaliando tendências de mercado, para identificar problemas e encontrar soluções de forma a aproveitas as diversas oportunidades que existem. Vou começar uma série de pequenos insights sobre o tema que acredito ser uma perspectiva interessante sobre o conceito inovação, e foge completamente aos modelos tradicionais. Um abraço e sucesso a todos.

Fonte: leofilardi’s posterous