Quem?

“Insana diz tudo! Selvagem, quase louca. Cheia de profundezas, de garras, deslizes, quentura e danças: as mais primitivas. Moro escondida dentro de espelhos que não me refletem, cheia de caminhos, contradições, arrogância e motivos graves. Arisca e ardilosa, entranhada de ciladas. Saia justa. Adivinho de repente que sou meio bruxa, cheia de sentidos e contrastes ordinários. Poções mágicas. Substâncias confusas. Sedimentos e seixos. Amarílis, vagalumes e trilhas, numa sucessão de instantes. Intuo aérea cheia de absurdos, de poderes classificáveis e sorrisos. Mata fechada, grávida de fantasias, libido, luxuria e uma atmosfera vermelha, úmida, carregada de febre e sal… É, insana diz tudo!” (M.A)

Kah Heart

Meu nome é Karine Diniz Herte.

Como este blog é totalmente informal e desprovido de intenções de qualidade profissional, prefiro atender por KAH HEART. 🙂

Sou estudante do curso de Biblioteconomia, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Ingressei em 2006/2.

Sou apaixonada por bibliotecas, livros, pesquisas, tecnologias e internet.

Tento reunir todas essas paixões nas atividades do meu dia a dia, entre faculdade, estágio em biblioteca, rotina caseira e happy-hour com os amigos.

Cada dia que passa, eu percebo o quão legal é a Biblioteconomia e os atuais profissionais e estudantes da área. Todos procuram manter vínculos, mesmo que em estados diferentes do Brasil.

Todos buscam se ajudar, trocar experiências e novas idéias.

Realmente, a Biblioteconomia é uma ‘Sociedade Secreta’, pois só os que estão inseridos nela é que compreendem a importância e a satisfação de quem trabalhar e estudar nessa antiquíssima área do conhecimento.

Então, eu sou a Kah Heart e meu futuro é brilhante! =D

comentários
  1. Oi Karine,

    Disse sim e comprovo (teoricamente).
    ab .
    Aldo

    cadokruger‎: @kahheart Gestão do Conhecimento não existe. Aldo Barreto que me disse. :p Hahahahahahah
    Twitter – 01/09/2010 17:10:59

    • kahheart disse:

      Compros teoricamente.
      Legal!

      Bem, em todas as experiências que tive nesses 4 anos de estágios e todos os tipos de biblioteca, a que chegou mais próximo da perfeição quanto a aplicabilidade da Gestão do Conhecimento, foi a biblioteca jurídica que trabalho agora.

      Fico feliz por todas as coisas que funcionam nela e entre as bibliotecas a que ela está liga pelo Brasil. Admiro muito a instituição onde estou.

      Mas respeito sua teoria. Ok!

      Abs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s